Ginástica

A ginástica é um desporto que se caracteriza pela prática de um conjunto de movimentos que exigem força, flexibilidade e coordenação motora. Surgiu no início do século XIX e rapidamente se desenvolveu até ao nível que conhecemos hoje.
Desenvolveu-se, efetivamente, a partir dos exercícios físicos realizados pelos soldados da Grécia Antiga, incluindo habilidades para montar e desmontar um cavalo e habilidades semelhantes a executadas em um circo, como fazem os chamados acrobatas. Naquela época, os ginastas praticavam o exercício nus (gymnos – do grego, nu), nos chamados gymnasios, patronados pelo deus Apolo.]
Modernamente, a fim de evitar a limitação do conceito ginástica ao esportivo ou a uma de suas modalidades, a ginástica passou a ser dividida em cinco campos de atuação e desenvolvimento: condicionamento físico, de competições, fisioterapêuticas, de demonstração e de conscientização corporal.

Condicionamento físico: engloba todas as modalidades que possuem o objetivo final de adquirir e manter a condição física de um praticante ou de um atleta;

Competição: como o próprio nome define, reúne todas as modalidades competitivas e abarcadas pela Federação Internacional;

Fisioterapêuticas: abarcam todas aquelas práticas responsáveis pela utilização do exercício físico na prevenção ou tratamento de doenças e para reabilitação de acidentados;

Demonstração: têm como principal função a interação social e o compartilhamento do aprendizado e da evolução gímnica, tendo como o maior exemplo, a Gymnaestrada;

Conscientização corporal: focam-se em reunir novas propostas de abordagem do corpo na busca da solução de problemas físicos e posturais.